• 73E53601-9473-463B-A821-AAB7725F960B
    • 5011AC11-FCA7-434F-85F6-2AB938F6FD12
    • A98956E7-6ACF-47C5-BAF2-B11E499C7BB1
    • 6E7EAAD6-92F6-4BEE-9FAE-585D8792140D

    Analice visita obras de despoluição dos córregos de Taboão

    Os córregos que cortam Taboão da Serra e que fazem parte da bacia do Pirajuçara estão sendo despoluídos por obras da Sabesp, que recolhem o esgoto em coletores troncos levando diretamente para a Estação de Tratamento de Barueri. O objetivo é também a despoluição do Rio Pinheiros, onde o córrego Pirajuçara deságua.

    “Na verdade o que estamos presenciando são obras de grande impacto ambiental e de saúde, que irão afetar positivamente toda a nossa região”, disse a deputada Analice Fernandes.

    Um mini-shield, máquina perfuradora de alta precisão, acaba de concluir a perfuração sob o córrego Pirajuçara, na região do Leme, para a instalação de um tubo coletor, que assim que entrar em funcionamento cessará o derrame de esgoto naquele ponto.

    Quando tudo estiver pronto, 4 milhões de litros de esgoto por segundo irão direto para a estação de tratamento e mais de 18 mil moradias terão seu esgoto tratado. Houve investimento da Sabesp de R$ 42 milhões.

    Outro canteiro de obras com a instalação de tubos coletores está na rua Maria Patrícia, próximo ao Conjunto Habitacional João Cândido, com 23 km de redes. Nesse trecho cerca de 7.400 moradias deixarão de lançar esgoto no córrego Poá.

    As obras seguirão nos próximos dias para a Vicente Leporace e Laurita Ortega Mari. O investimento é de R$ 90 milhões de reais.

    75% das obras entre Taboão, Embu e São Paulo já estão concluídas, em Taboão 95% foi executada.

Mais | Destaques do Mandato | Todas Cidades | NOTÍCIAS