• Secretário de Transportes Saúlo, prefeito de Valentin Gentil, Adilson Segura, prefeito de Santa Fé do Sul, Toninho Favalessa, secretário de Gestão, Júlio Semeguine, deputada Analice Fernandes, prefeito de Votuporanga, Julhinho Marão, prefeito de Fernandópolis, Luiz Vilar e prefeito de Jales, Humberto Parini

    Prefeitos, vereadores e deputados paticipam de reunião sobre a Euclides da Cunha

    Com o objetivo de esclarecer as medidas que estão sendo tomadas para que o início das obras de duplicação da Euclides da Cunha aconteça, o secretário de Logística e Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, presidiu uma reunião com representantes de toda a região noroeste do Estado.

    Compuseram a mesa a deputada estadual Analice Fernandes, o secretário Julio Semeguine, o deputado Carlão Pignatari e técnicos da Secretaria de Transportes, acompanhado de uma platéia composta pelos prefeitos:  Humberto Parini, de Jales, Luiz Vilar de Fernandópolis, Favaleça de Santa Fé do Sul, Julhinho Marão, de  Votuporanga, Adilson Segura de Valentim Gentil, Zézinho Pantano de Bálsamo, vereadores e presidentes de Câmaras de toda a região.

    Secretário de Transportes Saúlo, prefeito de Valentin Gentil, Adilson Segura, prefeito de Santa Fé do Sul, Toninho Favalessa, secretário de Gestão, Júlio Semeguine, deputada Analice Fernandes, prefeito de Votuporanga, Julhinho Marão, prefeito de Fernandópolis, Luiz Vilar e prefeito de Jales, Humberto Parini

    Segundo o secretário, a duplicação é prioridade do governo Geraldo Alckmin e já tem licitação concluída, contrato assinado e ordem de serviço autorizada.  

    Porém para inicio das obras existem áreas de responsabilidade dos municípios que precisariam ser doadas ao Governo do Estado através de um Projeto de Lei.

    Além disto, será necessária também a aprovação de um Decreto de utilidade Pública, que tornam passíveis de desapropriação cerca de 500 áreas particulares e que serão utilizadas para a duplicação. O valor previsto para as desapropriações é de R$ 26 milhões.
    Concluído os processos a CETESB dará o parecer final para que as obras tenham inicio. “Nossa expectativa é que essas questões burocráticas sejam resolvidas em 30 dias”, afirmou o secretário.

    Para a deputada Analice Fernandes, prefeitos e vereadores saem da reunião com a missão de fazer em cada município o processo de doação correr o mais rápido possível. “Esta é uma situação nova, que precisa da participação de todos. No entanto, o mais importante é que o governador e a Assembleia garantiram recursos no orçamento para executar a obra, orçada em mais de R$ 770 milhões o que equivale a cerca de 25% da capacidade de investimento da Secretaria de Transportes”, esclareceu a deputada.

    Segundo anunciado pela Secretaria as cidades que necessitam doar áreas para o governo do Estado são: Bálsamo, Tanabi (duas áreas), Votuporanga, Valentim Gentil, Fernandópolis (3 áreas), Estrela D´Oeste, Jales, Urânia e Santa Salete (5 áreas).

    A informação foi contestada pelo prefeito de Bálsamo que entrará em contato com o DER – segundo o prefeito Bálsamo não dispõem de nenhuma área público no trajeto da Euclides da Cunha.

    O trecho da SP 320 a ser duplicado começa nas imediações de Bálsamo (km 453) e vai até Rubinéia (km 639) perfazendo aproximadamente 191,4 Km. O valor total da obra e do gerenciamento é de R$ 773.779.142,67 a serem investidos em dois anos.
     

Mais | Jales | Todas Cidades | NOTÍCIAS