• Programa Mulheres de Peito chega à Taboão

    Deputada Analice Fernandes fez o pedido durante audiência com o secretário David Uip

    O secretário de Estado de Saúde, David Uip esteve em Taboão da Serra para lançar o programa “Mulheres de Peito”, em Taboão da Serra e região, dia 03 de abril. O programa prevê a realização de mamografias em mulheres com mais de 50 anos, mesmo que sem o pedido médico, e também para mulheres em outras faixas etárias com o pedido médico, para cumprir a meta uma carreta equipada ficará na Praça Nicola Vivilecchio por 30 dias.

    “O objetivo é zerar a fila por mamografia na região”, explica a deputada Analice Fernandes. Segundo a secretária de Saúde de Taboão, Dra. Raquel Zaicaner em Taboão a fila por mamografia é de 300 mulheres, uma vez, que o exame é feito no AME Taboão e no Centro de Atendimento da Mulher no Parque Pinheiros. “Em poucos dias podemos zerar a fila”, afirmou a secretária.

    A careta poderá atender mulheres de toda a região, já que a capacidade é de cerca de 60 exames por dia.
    O prefeito Fernando Fernandes agradeceu a colaboração do governo do Estado, e evidenciou o recurso de mais de R$ 2 milhões liberados pelo governador Geraldo Alckmin para a construção da UBS do Marabá. O prefeito afirmou que está investindo mais de 30% de seu orçamento na saúde, e que 70% da população já percebeu a melhora, dado obtida em pesquisa feito no município.

    O secretário David Uip que também é médico infectologista afirmou que as prefeituras estão tomando para si responsabilidades que não são suas e que o governo federal necessita rever o financiamento da saúde, seja pela tabela SUS, seja pelo que é investido. “Hoje o governo Federal investe 10% da receita liquida, precisamos de 10% da receita bruta investidos em saúde”, afirmou o secretário.

    Segundo Uip Estados e prefeituras tem investido cada vez mais em saúde, enquanto o governo federal diminui os investimentos.

    O pedido para que a carreta viesse para Taboão foi encaminhando pela deputada Analice Fernandes, durante a última audiência na secretaria de Saúde, com o secretário David Uip, onde a deputada levou também outras demandas de Taboão.

    Carreta da mamografia

    A carreta está equipada com mamógrafo, aparelho de ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antenas de satélite, computadores, mobiliários e sanitários.

    A carreta possibilitará a realização de cerca de 60 mil exames de mamografia a mais por ano. O Governo do Estado investirá R$ 14 milhões nas unidades móveis.

    A recomendação é para que mulheres com mais de 50 anos façam o exame sem pedido médico, as mulheres com menos de 50 anos também podem ser atendidas, se houver indicação médica.

    O exame é feito na hora e o resultado sai em dois dias. Se houver alguma suspeita, na mesma hora é feita a ultrassonografia. Em caso de necessidade, também serão realizados exames como biópsia e exame de tecido (histológico). Caso seja diagnosticado câncer, a mulher é encaminhada para tratamento.

Mais | Notícias | Todas Cidades | NOTÍCIAS