• 0
    • 2
    • IMG_3664
    • IMG_3723
    • IMG_3746

    Bom Prato de Taboão passa por últimos ajustes antes de ser inaugurado

    Deputada Analice Fernandes e secretário de Desenvolvimento Floriano Pesaro vistoriam Bom Prato de Taboão

    Com a obra praticamente finalizada o Bom Prato de Taboão da Serra está recebendo os últimos ajustes antes de ser inaugurado. Até os pratos que servirão cerca de 1.200 refeições por dia já estão no local.

    Com o objetivo de vistoriar o Bom Prato o secretário de Desenvolvimento Social Floriano Pesaro esteve no local, acompanhado da deputada estadual Analice, do prefeito Fernando Fernandes e de vereadores do município, dia 15 de fevereiro.

    Floriano gostou do que viu. “A prefeitura agiu até aqui com muita seriedade e muita preocupação, para que tudo ficasse pronto”, disse o secretário. Da inauguração pra frente a gestão do Bom Prato é de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Social.

    Para a deputada Analice Fernandes o governo está trazendo para a população um dos Programas mais bem avaliados. “O Bom Prato é uma programa social, de segurança alimentar, que dá oportunidade para que as pessoas se alimentem bem, por apenas R$ 1,00”, esclarece a deputada Analice.

    Segundo o prefeito Fernando Fernandes a inauguração será entre março e abril. Durante este período os últimos ajustes serão feitos, além do treinamento de funcionários que trabalharão no local.

    Quem fará a operacionalização do programa em Taboão é a Organização Social Povo da Periferia, que participou de um chamamento público, espécie de concorrência, promovida pelo governo do Estado.

    Participaram da visita a secretária de Assistência Social Arlete Silva e os vereadores Alex Bodinho, Rita da Saúde, Dr. André, Eduardo Nobrega, Carlinhos do Leme, Érica, Priscila, Jonathan, Cido da Yafarma, Paulinho, Onishi e a presidente da Câmara, Joice Silva.

    Programa será subsidiado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Taboão da Serra

    No caso de Taboão, o Governo do Estado subsidiará cada refeição com R$ 3,19, a prefeitura com R$ 1,00, e o usuário complementa com o valor de R$ 1,00, somando um custo total de R$ 5,19 por refeição. Estima-se que serão servidas 1.200 refeições por dia.

    O Bom Prato tem 447 metros quadrados, ar condicionado e fica no andar superior ao Poupatempo.

    O sucesso do restaurante popular Bom Prato é devido ao preço e à comida de ótima qualidade. São refeições completas, de alto teor calórico (1.200 calorias), compostas de arroz, feijão, carne, legumes, salada, farinha de mandioca, pão, fruta da época e suco, ao custo de apenas R$ 1,00.

    Cada restaurante tem um gerente e um nutricionista de plantão e gera de 15 a 20 empregos.

    • IMG_0061

      Obras de readequação no bairro Arabutã em Embu das Artes.

    • IMG_0067

      Deputada Analice Fernandes e ex-vereador Proença visitam obras em Embu das Artes.

    • IMG_0087

      Rodoanel ao fundo.

    • IMG_0100

      Obra no Parque da Várzea.

    Analice Fernandes visita obras do governo do Estado em Embu das Artes

    A deputada estadual Analice Fernandes visitou duas obras iniciadas em junho, com financiamento do governo do Estado de São Paulo, em Embu das Artes, acompanhada do ex-vereador Proença, dia 31 de julho.

    São duas obras importantes que melhorarão a infraestrutura do município. Estas obras foram solicitadas pelo então vereador Proença, e encaminhadas pelo nosso gabinete. É uma felicidade, ver que as coisas estão caminhando”, afirmou a deputada.

    Uma das obras é readequação da Avenida vereador Jorge de Souza, no bairro Arabutam, importante via de acesso a vários bairros e a BR 116. O governo irá investir R$ 7 milhões 295 mil 983 reais, através do Programa Desenvolve SP. As pistas serão alargadas, haverá captação de águas pluviais, a ponte será trocada por uma mais larga, a avenida irá dobrar sua capacidade. A previsão é de 12 meses. A prefeitura de Embu é que está executando a obra.

    Outra obra já iniciada é a readequação do viário do Parque da Várzea, orçada em R$ 4 milhões 711 mil e 716 reais. A estrada liga todos os bairros do centro de Embu ao Jd. São Marcos, do outro lado da BR 116, passando sob o rodoanel.

    O Governo do Estado previu a execução de uma pista de caminhada, uma ciclovia, iluminação, alargamento da pista, drenagem e pavimentação em bloquete para cumprir com as necessidades ambientais. Serão 24 meses para a conclusão. A obra passa por área de preservação ambiental, que tem partes alagadas e o rio Embu-Mirim.

    Sabemos das dificuldades financeiras pelas quais o Brasil está passando, com queda da arrecadação e aumento da inflação. E sabemos também dos esforços financeiros que o governo do Estado está promovendo para poder fechar suas contas. Por isso agradeço ao governador Geraldo Alckmin seu empenho na nossa região”, disse a deputada Analice Fernandes.