• Deputada estadual Analice Fernandes recebe homenagem dos profissionais estaduais de saúde

    Profissionais da saúde se reuniram para discutir sobre a gestão da saúde estadual e fazer um balanço sobre os plantões que começaram a ser feitos pelas categorias dos enfermeiros, auxiliares de enfermagem, farmacêuticos e fiseoterapeutas, nas unidades de saúde estadual. Os plantões foram autorizados pela lei complementar 987/06, para estes profissionais. A possibilidade dos plantões para estas categorias era proibida até então, o que dificultava a gestão das unidades de saúde, além de impossibilitar a complementação da jornada de trabalho para quem estivesse disposto a trabalhar mais. A deputada estadual Analice Fernandes colocou o assunto na pauta de discussão na Assembléia em 2.004, ao fazer um projeto de lei prevendo os plantões.

    De lá para cá, foram inúmeras reuniões, encontros e negociações para que os plantões fossem permitidos. A lei complementar aprovada é de autoria do governador do Estado, na época Geraldo Alckmin, e passou a vigorar no início de 2006. Os administradores são unânimes em afirmar que os plantões tiveram um efeito positivo em suas unidades, diminuindo o número de ausências, aumentando a produtividade beneficiando desta forma o usuário.

    Durante o encontro que também comemorava a semana da enfermagem, a deputada estadual Analice Fernandes foi homenageada com uma placa por ter sido uma das grandes defensoras da idéia. “Sou enfermeira e me sinto profundamente feliz em poder representar a nossa categoria”, disse a deputada Analice Fernandes. Para o secretário de Saúde, Dr. Roberto Barradas Barata os plantões são uma possibilidade a mais para os gestores. “Muitas vezes, não conseguimos fazer o ideal, porque o Estado tem limites claros que devem ser observados, mas com boa vontade e trabalho vamos ultrapassando os obstáculos”, afirmou o secretário.

Mais | Saúde e Enfermagem | Todas Cidades | NOTÍCIAS